Para que serve o pincel?

Os pincéis artísticos são ferramentas utilizadas para criar todo tipo de efeito com tinta durante o desenvolvimento de um trabalho de arte ou artesanato. Podem ser utilizados para dar fundo, para criar efeito de luz, para sombrear, para o desenho de traços finos ou para traços e desenhos específicos como folhagem, além de tantos outros. Os pincéis podem ser utilizados para pintura em telas, tecidos, madeira, papel, paredes e outros substratos.

Quais os tipos de Pelos? Quais as composições e características/indicação de cada um?

Os pincéis geralmente são feitos de pelos naturais ou filamentos sintéticos. Características e indicações:

Filamentos sintéticos – Fabricados em nylon flexível, são resistentes e elásticos. Indicados para pintura em aquarela, acrílico, pva, gouache, nanquim e outros. 

pelos e cerdas naturais – Fabricadas a partir do pêlo de animais. Ideais para pintura a óleo, aquarela e outros.

Cada tipo de pêlo e cerda natural tem texturas e resistências diferentes, portanto são indicados para técnicas diversas. Exemplo: 

cerdas de porco – são cerdas fortes e flexíveis. Carregam bastante tinta e oferecem ótimo resistência ao desgaste. Indicadas para pintura a óleo e acrílica, em tecido ou tela. 

Pelos de Marta – São pelos finos de extrema elasticidade e alta qualidade, com capacidade de absorver grande quantidade de tinta e água. Indicados para criação de traços finos ou pequenos detalhes. Pode ser usado para óleo, aquarela, acrílico, gouache e outras. 

Pelos de Esquilo (Petit-Gris) – São pelos extra-macios e suaves, com ponta finíssima. Tem excelente capacidade de absorção de água. Indicados para pintura em aquarela, porcelana, vidro, e materiais não porosos em geral, pois não deixam marcas de pinceladas. 

Pelos de Cabra – Pelos muito finos e macios, geralmente usados para aquarela, pintura em seda e sumiê. 

Pelos de Orelha de Boi – Pelos finos, resistentes e duráveis, utilizados para pintura a óleo e acrílica.

Quais os formatos? Por que existem tantos e quais as diferenças entre eles?

O Formatos básicos são: redondos, chato, chanfrado e língua de gato. Além desses, existem muitos outros, como leque, liner, filete, dagger, mop, pata de vaca. Cada formato possibilita ao artista a criação de traços diferenciados, detalhes, efeitos e texturas, que fazem toda a diferença no desenho.

Por que os cabos têm cores e tamanhos diferenciados?

OS cabos têm características diferentes com o intuito de oferecer mais praticidade e conforto ao artista durante o manuseio do pincel. Os cabos longos são utilizados em pinturas a óleo e acrílica, pois oferecem mais equilíbrio para os traços, já que as telas são pintadas na posição vertical. Na pintura de aquarela, no artesanato, e em diversas outras técnicas, os trabalhos são desenvolvidos sobre mesas ou outras superfícies, na posição horizontal. Sendo assim, os pincéis de cabo curto oferecem mais precisão e conforto para as pinceladas. As cores dos cabos são diversificadas para que seja mais simples a identificação do pincel pelo artista ou artesão, já que em muitos casos os pelos são de cores ou formatos bastante semelhantes. O formato dos cabos também são diferentes para oferecer mais conforto e torna o manuseio mais simples.

Quais os efeitos obtidos com cada formato?

Redondo – Com  formato redondo e afinado na ponta, o pincel redondo pode ser utilizado para traçar linhas finas ou espessas de acordo com a pressão aplicada, além de traços curvados.

Chato – O pincel chato possibilita pinceladas grossas quando utilizado em sua largura total e a criação de arestas com uso da ponta. Muito eficaz para espalhar a tinta, criar fundos degradês. 

Língua de Gato – A ponta arredondada do pincel língua de gato é perfeita para a criação de traços com curvas, como o desenho de flores, folhas e pássaros. 

Chanfrado – O pincel de ponta angular torna possível o trabalho em pequenas áreas, além dos efeitos sombreados e aquarelados. Com duas pontas de trabalho, permite degradês e traços bicolores. Além do desenho de folhas, laços, flores.

Filete – Pincel indicado para traçar linhas finas e muito longas, além de pequenos detalhes. Também usado para assinaturas.

Liner – Com ponta redonda e cerdas longas, o pincel liner é muito utilizado para a criação de detalhes. A espessura do traço obtido pode variar de acordo com a pressão aplicada na ponta do pincel. 

Leque – O pincel Leque pode ser usado com técnicas secas ou molhadas. Pode ser usado para pintar tonalidades e sombreados, produzindo traços especiais com as pontas, criando texturas.Como na pintura de grama e árvore.

– Dagger – Com sua ponta afinada, maís longa do que o usual e ao mesmo tempo curvada na lateral, o pincel dagger mais tinta e possibilita a criação de efeitos interessantes no desenho, como folhas e laços. 

– Comb – O pincel comb, ou pente, tem como característica os pelos maiores e espaçados na ponta, criando um traço leve ou falhado.

– Pata de Vaca – O pincel Pata de Vaca, com seu formato redondo e a ponta angular permite que se vá além do que se pode fazer com um estêncil simples. Pode ser usado também na criação de traços mais finos e texturas.

Quais os cuidados na preservação do pincel?

Com os cuidados corretos, os pincéis não perderão sua forma e qualidade originais. Algumas dicas importantes:

– Nunca deixar secar tintar nos pincéis; Limpar imediatamente após uso;

– Usar o diluente adquado para cada tipo de tinta (terebentina ou aquarrás para tinta a óleo, água para acrílicas, aquarelas e aquabases em geral), e, sempre após a retirada completa dos resíduos, lavar c/ água e sabão; 

– O uso de shampoos e condicionadores melhora a limpeza dos pincéis; 

– Jamais use água quente, pois pode deformar os pelos ou cerdas; 

– Sempre ponteei os pelos do pincel com os dedos após a lavagem, dando-lhes seu formato original; 

– Nunca guarde os pincéis molhados em embalagens fechadas; 

– Até sua completa secagem, mantenha-os sempre com os pelos para cima.

Qual sua vida útil?

A vida útil de um pincel depende de uma série de fatores, entre eles o tipo de pelo ou cerda, o tipo de tinta e substrato com os quais ele é utilizado, sua limpeza e conservação.

quais cerdas são indicadas para pintura en tela?

cerdas mais fortes e resistentes ao desgaste, como o pelo de porco ou pelo natural mais macio e durável, como pelo de orelha de boi. o pelo de marta também é próprio para pintura em tela.

Como Higienizá-los? Há uma posição que seja mais correta para guardá-los?

A melhor posição para guardá-los e na vertical, em ponta pincéis que permitem que os mesmos permaneçam nesta posição. Podem também ser guardados em estojos, com muito cuidado para que os pelos não fiquem amassados. É bastante recomendável proteger a ponta do pincel com um tubo plástico quando for guardá-lo, sempre após a secagem.

quais as vantagens e desvantagens das cerdas naturais e das sintéticas?

Os filamentos sintéticos são fabricados para que tenham o mesmo comportamento das cerdas naturais. Por serem fabricados a partir de derivados plásticos, são bastante flexíveis e elásticos, ao mesmo tempo em que possuem sempre a mesma espessura, permitindo um controle maior nas pinceladas. Os filamentos sintéticos também são bastantes duráveis e tem pontas perfeitas, produzindo pinceladas suaves, sem deixar marcas no desenho. Os pincéis sintéticos são mais indicados para uso com tintas de aquabase, entretanto podem ser utilizados para pintura a óleo, desde que sejam extremamente bem higienizados após o uso, e nunca fiquem mergulhados em solvente.

As cerdas e pelos naturais são muito duráveis e resistentes. De origem animal, possuem todo tipo de característica, podem ser bastante fortes e resistentes, como a cerda de porco, ou finas e elásticas como o pelo de marta. Os pincéis de pelo natural costumam reter grande quantidade de tinta ou água, devido ao caráter poroso dos seus filamentos. por isso exigem também mais cuidados na hora da limpeza. podem ser utilizados em todo tipo de técnica, e com todo tipo de tinta. deve-se evitar, no entanto, o uso destes pincéis com tinta acrílica, que seca muito rapidamente e acaba desgastando o pelo natural mais rapidamente.

5/5

Deixe uma resposta